Ir para Navegação do Site Ir para Conteúdo principal Ir para Navegação Principal All 3M.com Site Map
 

Rocatec

 

Sistema adesivo químico

Informações Adicionais

Rocatec é um sistema de união adesiva livre de retenções mecânicas para metais, cerâmicas e resinas - especialmente para a técnica de revestimento por compósito - que possibilita um revestimento rápido e preciso, permitindo um controle visual da camada adesiva durante a sua aplicação e evitando um aquecimento excessivo da armação metálica.

Sistema Rocatec

O sistema Rocatec é um processo triboquímico destinado a gerar uma superfície de sílica sobre o metal, resinas e cerâmicas, possibilitando uma adesão livre de fendas marginais entre os materiais e a superfície silanizada.

  • Rocatec Plus

Agente especial de revestimento, destinado a formar a primeira camada adesiva (silanização). Devido à alta energia de impacto, os componentes das partículas de Rocatec Plus fusionam-se com a superfície e nela são ancorados retentivamente. A aplicação da camada de Rocatec Plus é visível na forma de uma alteração cromática, o que permite o controle visual direto.

  • RelyX Agente Silano

Forma a camada de silano sobre a superfície silicada e estabelece a ligação química entre o opaco e o material de revestimento Sinfony.

Descrição da técnica metodológica

Primeiramente, a superfície a ser revestida é jateada com uma areia de óxido de alumínio. Além de limpar e ativar a superfície, esse tratamento destina-se a conferir-lhe uma aspereza uniforme, ideal para a subseqüente ancoragem micro-retentiva da resina.

Em seguida, a superfície pré-tratada é jateada com o óxido de alumínio modificado por ácido silícico (ROCATEC-PLUS - partículas com dimensão média de 110micra), para a formação de uma camada triboquímica. A areia descrita acima esta revestida de uma fina camada de Si O2 (ácido silícico ou bióxido de silício).

A silicatização da superfície jateada ocorre no impacto das partículas e a transmissão de impulsos e energia gera temperaturas muito elevadas a nível local (somente local, ou seja, não mensuráveis macroscopicamente). Isto provoca uma excitação tão forte dos átomos e moléculas das superfícies do substrato atingido, que se pode falar em um chamado triboplasma.

Durante o processo, o SiO2 é implantado na superfície, numa profundidade de até 15mm, ao mesmo tempo em que se aglutina à superfície, em forma de ilhas. A alta energia necessária para esse processo provém da aceleração das partículas até 1.000 km/h, decorrente da configuração geométrica do ejetor e de uma pressão mínima de jateamento de 2,8 bar.

As superfícies revestidas devem ser condicionadas para que se possa estabelecer uma união química com a resina (silanização com RelyX Agente Silano). Esse agente adesivo silício orgânico contém os grupos metacrílicos adequados para a ligação com o material de revestimento. Só assim, pode-se obter uma união química entre a superfície silicática inorgânica e a resina orgânica. Essa resina pode ser uma resina para revestimento, um opaco ou qualquer outro sistema monomérico metacrilato.


Para maiores informações entre em contato com o
Televendas 3M: 0800-0155150

 
Selo de Qualidade